Livro

Era um vento muito branco

Era um vento muito branco
Coleção: Magias Infantil
  • Edição: 1ª edição
  • Formato: 25,5 x 20,5 cm
  • 32 páginas
  • 4 X 4 Cores
  • Peso: 154 gramas
  • ISBN: 978-85-260-1212-7
  • Código de Barras: 9788526012127

Autor (a) : Carlos Nejar
Ilustrações : Ellen Pestili
Direção : Edla van Steen

Nasce um vento muito branco. Assim que nasceu começou a voar. Carlos Nejar, uma das vozes mais representativas da nossa poesia contemporânea, também membro da Academia Brasileira de Letras, conta, liricamente, em versos, a trajetória de vida de Zão, nome dado pelo pai, o Vento Sul.


Limites, obstáculos, treinos, exercícios, ensinamentos, erros, acertos, equilíbrio, objetivos, sonhos, família, escola, amigos, liberdade… O aprendizado da vida transformados pelas mãos do poeta em rimas, ritmo, aliterações, metáforas, sonoridade, associação de ideias e de imagens, uma expressiva e harmoniosa melodia para ser admirada e sentida pelo jovem leitor.


– Voar/ era conhecer/ o equilíbrio/ da velocidade./ “A primeira vista./ é míope” – / ensina-lhe o pai, o Vento Sul./ – “A segunda vista é a que vê”. Da casa/ à escola,/ Zão/ em pés-de-vento/ crescia.


Tema(s) principal(is): Crescimento, aprendizagem e desenvolvimento pessoal;
Tema(s) transversal(is): Ética;
Interdisciplinaridade: Língua Portuguesa e Arte.

Construir máscaras para personificar Zão; Criar marcadores de livro com trechos do poema; Realizar uma leitura dramatizada do poema; Inserir outros versos na história de Zão; Visitar o site do escritor: carlosnejar.sites.uol.com.br; Visitar o site da Academia Brasileira de Letras: www.academia.org.br

Ver mais livros desse autor