Espaço do Professor

Lançamentos

A narrativa de Desta terra nada vai sobrar, a não ser o vento que sopra sobre ela transcorre num futuro indeterminado, em que, ao nascer, todos recebem tornozeleiras eletrônicas, são seguidos, vigiados, fiscalizados por câmeras instaladas nas casas, ruas, banheiros. Nesta terra estranha, e ao mesmo tempo tão próxima de nós, a peste se tornou epidemia que dissolve os corpos. Para o governo, quanto mais longevos morrerem, melhor.

O homem rouco é talvez um dos livros que melhor sintetizam o modo incomparável de Rubem Braga ver, perceber e narrar o mundo ao seu redor. Em algumas das crônicas presentes neste livro, saltam aos olhos as reflexões do cronista sobre seu ofício. Repontam aqui e ali os desafios diários daqueles que se dedicam a preencher as páginas com palavras, num mundo em que parece tanto faltar capacidade para dialogar.

O homem rouco

Rubem Braga

Thiago de Mello é autor homenageado do Prêmio Jabuti 2018

Thiago de Mello é autor homenageado do Prêmio Jabuti 2018

Thiago de Mello receberá o prêmio de Personalidade Literária no Jabuti 2018. Ele será reconhecido pelo conjunto da obra, que é referência na literatura regional brasileira. O evento ocorre amanh…...


Veja também

Global é a nova editora de Guimarães Rosa


Rubem Braga em novas edições!


Mais Vendidos

Livros Juvenis

Caio sumiu do mapa, de sua família rica, da namorada tão gata quanto possessiva, dos amigos… e, o que é pior, Caio sumiu de si mesmo. Tudo por causa daquela maldita caverna. O garotão não se reconhece mais, não cabe nas roupas e nem na vida que tinha antes de se meter nessa estranha e perigosa aventura de onde não consegue voltar.

A caverna

Toni Brandão

O autor entrega no olhar curioso da menina Clarice os questionamentos de diferentes gerações sobre o exercício de poder do adulto, sobre os medos, as contradições, as fugas e a opressão. Quanto pesa um livro que afunda no lago com a sua história e a história de quem o leu? Quão perigoso é ter um lago de livros emergindo no pensamento?

Clarice

Roger Mello

Livros Infantis

Com sua prosa poética, o autor nos apresenta a beleza da natureza, fala sobre a passagem do tempo e também sobre todo aprendizado que adquiriu convivendo com sua árvore.
As ilustrações de Mario Cafiero dialogam com a poesia do texto e nos apresentam uma árvore tão poética e altiva como a do escritor.

A Árvore

Bartolomeu Campos de Queirós

Este é o livro que inaugurou a turma do gordo. Seu Tomé é um homem bom, proprietário de uma fábrica de figurinhas de futebol. Existem as fáceis e as difíceis, fabricadas em menor quantidade. Quem enche o álbum ganha prêmios realmente bons. Mas surge uma fábrica clandestina que fabrica as figurinhas difíceis e as vende livremente. O número de álbuns cheios aumenta e seu Tomé não tem mais capacidade de dar todos os prêmios.

O gênio do crime

João Carlos Marinho