Espaço do Professor

Lançamentos

Primeiro romance de José Lins do Rego, “Menino de engenho” traz uma narrativa cativante composta pelas aventuras e desventuras da meninice de Carlos, garoto nascido num engenho de açúcar. No livro, o leitor se envolverá com as alegrias, inquietações e angústias do garoto diante de sensações e situações por ele vivenciadas pela primeira vez. Publicado originalmente em 1932, o romance comprova, sem sombra de dúvidas, o talento monumental de um escritor, cuja obra nortearia os rumos do moderno regionalismo brasileiro.

Menino de Engenho

José Lins do Rego

Um menino encontra alguns filhotes de tuim num ninho de joão-de-barro e os pega para cuidar. Um sobrevive e vira o xodó do menino, que o cria solto. Mas o pai vive alertando que o tuim, um passarinho bem pequeno e parecido com um periquito, normalmente vive em bando e que um dia poderá sumir. É com esse amor e esse temor que o menino se confronta ao fazer do tuim seu animal de estimação.

Lançamentos

Uma obra muito divertida de Tatiana Belinky, cheia de rimas e situações sem pé nem cabeça!

É tanta confusão que os pontos de interrogação fazem a gente duvidar se tem caracol de bigode e sapo comendo rocambole! Pode?

O menino Dan caiu de paraquedas no meio da floresta amazônica e o que seria um presente, um passeio turístico, torna-se uma grande aventura!

Enfrentando os perigos da mata e um segredo de família pra lá de inesperado, ele se vê em meio a uma disputa entre um Professor Velho e mulheres vestidas em peles de cobras; mas pelo que eles brigam? E como Dan vai sobreviver a isso tudo?

Lançamentos

“Diários Índios”, um dos últimos livros publicados por Darcy Ribeiro, é um instigante relato de seu amor pelos índios. Organizador do Museu do Índio e responsável pelo plano de criação do Parque Indígena do Xingu, o antropólogo conheceu como poucos a alma daqueles que habitavam o Brasil antes da chegada dos europeus.

Como será que um autor escreve? Será que ele planeja ou tem a inspiração? Como conversar sobre isso? Cada escritor tem seu percurso, tem sua forma de se relacionar com o texto. Este livro é uma declaração de amor à escrita, a cada letra que é desenhada pelo poeta. E o que o leva a escrever? Já pensou? É a coceira nos dedos, como diz o autor. A vontade de escrever é maior do que o poeta!

O Fio da Palavra

Bartolomeu Campos de Queirós

Lançamentos

Em 2008, a Academia Brasileira de Letras publicou o primeiro volume da Correspondência de Machado de Assis. Ao longo dos anos seguintes, a Academia deu continuidade ao projeto, lançando mais 4 volumes e integrando assim a totalidade da correspondência ativa e passiva de Machado produzida entre os anos de 1860 e 1908, ano do falecimento do escritor.

Agora em formato pocket, Melhores contos Machado de Assis traz momentos supremos do escritor no exercício das narrativas curtas. Nesta antologia, podemos destacar, dentre outros, os contos “O espelho”, “O alienista”, “A cartomante” e “Missa do galo”. São histórias que mostram o pleno domínio de Machado sobre o gênero.

Guimarães Rosa

O convívio familiar, o cultivo das amizades, a dura vida no sertão e a necessidade incontornável de encarar os desafios que a condição humana apresenta são elementos centrais desta narrativa. Neste livro, tem-se o privilégio de captar o âmago da vida no sertão através do olhar de uma criança, uma escolha que revela a grandeza literária de Guimarães Rosa.

Campo Geral

João Guimarães Rosa

Conto que encerra o livro Sagarana, A hora e vez de Augusto Matraga traz a história de um homem sertanejo acostumado a se impor pela força em seu cotidiano. Nhô Augusto é a perfeita síntese do mandonismo local que se fez presente em tantas cidades brasileiras durante o século XX.

Clássicos

Mais vendidos

INSCRIÇÕES PRORROGADAS – 1º Concurso Internacional de Ensaios – Prêmio Gilberto Freyre 2020/2021

Com o objetivo de estimular a pesquisa e a discussão sobre a obra do grande autor e antropólogo Gilberto Freyre, O post INSCRIÇÕES PRORROGADAS – 1º Concurso Internacional de Ensaios – Pr…...


Veja também

Global na Festa Virtual do Livro da USP


Novo livro de Thiago de Mello no selo Gaia


Em 1933, após exaustiva pesquisa, Gilberto Freyre publica Casa-grande & senzala, livro que revoluciona os estudos no Brasil, tanto pela novidade dos conceitos quanto pela qualidade literária. Passados 80 anos, continua sendo um clássico da nossa literatura, mostrando, com beleza e vigor, a formação do povo brasileiro pela mistura de raças e culturas.

Obra magistral, e o maior desafio de Darcy Ribeiro, O povo brasileiro é uma tentativa de compreender quem somos, o que somos e a importância do nosso país. Talvez uma tarefa dura, mas imprescindível, pois segundo Darcy: “Este é um livro que quer ser participante, que aspira a influir sobre as pessoas e ajudar o Brasil a encontrar-se a si mesmo”.

[ Ver mais ]

Livros Juvenis

Livros Juvenis

A caverna

Toni Brandão

Vermelho Amargo

Bartolomeu Campos de Queirós

Os poemas aqui reunidos – cada qual com vida própria – formam um longo e único poema, lírico e épico ao mesmo tempo em que conta a história de Tiradentes, o mártir da Inconfidência Mineira.
Elaborado por meio de uma profunda pesquisa, a conspiração revolucionária de poetas é recriada com maestria pela imensa poeta Cecília Meireles.

Livro de estreia de Cora Coralina, publicado quando a autora tinha 75 anos. Com simplicidade de expressão, amor pelo semelhante, comunicação humana, a autora se impôs como uma personalidade forte, sabendo dizer as coisas como só ela.

[ Ver mais ]

Livros Infantis

Tempo de Voo

Bartolomeu Campos de Queirós

Livros Infantis

2 Patas e 1 Tatu

Bartolomeu Campos de Queirós

A Bela e a Fera

Jeanne-Marie Leprince de Beaumont