Raul de Leoni

7 de maio de 2018

Nasceu em Petrópolis, RJ, em 1895. De família bem relacionada socialmente, filho de um magistrado do Supremo Tribunal Federal, ainda jovem viajou por diversos países da Europa enquanto colaborava com artigos em vários veículos de imprensa. Foi ministro das Relações Exteriores do governo do presidente Wenceslau Brás, que se empenhou em facilitar seu acesso à carreira diplomática, que acaba iniciando, mas à qual não se dedica. A boêmia certamente contribuiu para o desencadeamento de uma tuberculose, levando-o a falecer aos 31 anos, em 1926. Publicou apenas um livro, Luz Mediterrânea, em 1922. Anteriormente, em 1919, lançou um livrete em homenagem ao amigo Olavo Bilac, morto em 1918.