» Leia mais"/> » Leia mais">

Antonio Candido

Tendo concluído os estudos secundários na cidade de Poços de Caldas, Antonio Candido, ingressou na recém fundada Universidade de São Paulo em 1937, simultaneamente nos cursos de Ciências Sociais e Direito, não chegando a colar grau neste último. Nos anos de estudo universitário conhece Décio de Almeida Prado, Paulo Emílio Salles Gomes, Lourival Gomes Machado, Alfredo Mesquita, Ruy Coelho, Gilda de Moraes Rocha, posteriormente chamada Gilda de Mello e Souza, sobrinha de Mário de Andrade e sua futura esposa, com os quais funda a revista Clima, cabendo a Antonio Candido escrever sobre literatura. Paralelo às atividades literárias Candido milita no Partido Socialista Brasileiro e participa do Grupo Radical de Ação Popular, integrado Também por Paulo Emílio, Germinal Feijó, Paulo Zingg e Antônio Costa Correia, editando um jornal clandestino de oposição ao governo Getélio Vargas chamado Resistência.

Livros em destaque