» Leia mais"/> » Leia mais">

Coelho Neto

Henrique Maximiano Coelho Neto nasceu em 21 de fevereiro de 1864, em Caxias, no Maranhão. Em 1870, muda-se com a família para o Rio de Janeiro e, em 1872, publica o poema No deserto, um protesto contra a escravidão, no Jornal do Comércio. Mesmo apaixonado pelas letras, ingressa na Faculdade de Medicina, curso que substitui pela Faculdade de Direito. Torna-se colaborador da Gazeta da Tarde e de vários jornais cariocas. Ao lado de Olavo Bilac, dedica-se à campanha abolicionista. Foi secretário do governo do Estado do Rio de Janeiro, diretor dos Negócios do Estado, da Justiça e Legislação do mesmo Estado. Posteriormente, assume a cadeira de História das Artes, na Escola Nacional de Belas-Artes. Escreve para vários jornais e publica seus primeiros livros, como Rapsódias, em 1891, e Miragem. Este, bem recebido pela crítica, o torna um dos autores mais vendidos do país. Em 1899, é nomeado secretário da Comissão Central do Quarto Centenário do Descobrimento do Brasil.

Livros em destaque