Allan da Rosa

Allan Santos da Rosa trabalhou como feirante, office-boy, operário em indústria plástica, vendedor de incensos, livros, churros, seguros e jazigos de cemitério. Em 1998, estudou no cursinho do Núcleo de Consciência Negra e passou no vestibular para o curso de graduação em história, na Universidade de São Paulo, onde atualmente é mestrando em Cultura e Educação. Ganhou um troco também como professor, pesquisador, alfabetizador de adultos, dançarino, ator de rua, produtor de exposições, roteirista e locutor de rádio-documentários. É co-autor do vídeo “Vaguei os livros, me sujei com a m… toda”, que já circulou pelo Brasil adentro e pelos continentes afora. Integrante do grupo de capoeira angola irmãos Guerreiros e do Sarau da Cooperifa, organizador do selo Edições Toró, é mais um escritor no movimento de literatura das beiradas paulistanas. Canetas das ladeiras, dos escadões, das vielas e das feiras. Nessa cena onde aflora a herança de sotaques e linhas que vêm de lápis e tinteiros.

Livros em destaque